Mais um lavrador é suspeito de ter filhos com a filha no Maranhão

Homem de 61 anos seria pai de pelo menos três dos sete filhos da filha, em mais um caso de incesto no interior do Estado

AE |

O lavrador Martins da Conceição, de 61 anos, é considerado suspeito de abusar da própria filha, Maria Dalva Rodrigues da Silva, de 31 anos, por um período aproximado de 20 anos na cidade de Riachão, a cerca de 860 quilômetros de São Luís (Maranhão). Ele teria tido sete filhos com ela: o mais velho de 15 anos e o mais novo de apenas nove meses.

Conforme a polícia, o lavrador confessou no último final de semana que dos sete filhos, três seriam dele. Já Maria Dalva afirmou à Polícia Civil maranhense que todos os filhos são do próprio pai.

Martins da Conceição foi preso no dia 30 de junho após ter sua prisão preventiva decretada pela Justiça de Riachão. Já Maria Dalva Rodrigues da Silva e seus filhos estão abrigados na residência de um político da cidade. Eles já receberam acompanhamento psicológico e social da prefeitura de Riachão.

A promotora Ana Cláudia Cruz dos Anjos, responsável pelo caso, pediu a realização de exames de DNA para comprovar a paternidade das crianças. A expectativa é que as amostras sejam retiradas até a próxima sexta-feira. Segundo informações do Conselho Tutelar de Riachão, as primeiras denúncias sobre o caso surgiram em maio. Maria Dalva vivia em regime de cárcere privado e semiescravidão.

Outro caso

Esse não é o primeiro caso de incesto registrado no Maranhão este ano. No dia 8 de junho, o lavrador José Agostinho Bispo Pereira, de 54 anos, foi preso acusado de ter abusado sexualmente das duas filhas e de ter oito filhos com ambas (sete com apenas uma delas), na cidade de Pinheiro. À polícia, ele admitiu as relações, mas negou os estupros e disse que as filhas o provocavam .

    Leia tudo sobre: incestomaranhãocárcere privadofilhaabuso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG