Mais um jovem gay é encontrado morto em Carapicuíba

SÃO PAULO - Um homem foi encontrado morto, no domingo, em circunstâncias semelhantes às de outros 13 assassinatos ocorridos desde 2007 na região do Parque dos Paturis, em Carapicuíba, na Grande São Paulo. Ivanildo Francisco de Sales Neto, de 25 anos, tinha sinais de agressão a pauladas.

Agência Estado |

A Polícia Civil de São Paulo ainda não identificou o autor dos crimes. O delegado da cidade afirma ainda não ser possível fazer relação entre o crime de domingo e os demais. A vítima era um homossexual assumido, segundo testemunha ouvida no Distrito Policial, informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Assim como em outros casos na área sob investigação, Sales Neto foi encontrado com as calças abaixadas, o que caracterizaria um crime de intolerância à orientação sexual. O laudo da Equipe de Perícias Médicas de Osasco, para onde o corpo foi levado, deve ser concluído em 45 dias.

Em 12 de fevereiro do ano passado, Ângelo Magalhães, de 34 anos - que está entre as 13 vítimas - foi encontrado morto a pauladas. Os demais foram baleados.

A Secretaria de Segurança informou que as características da morte de Sales Neto são diferentes das demais, uma vez que a vítima não foi morta a tiros e estava fora do parque. Militantes do movimento de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) de São Paulo exigem rapidez na solução dos casos.

E se fossem 13 mulheres? E se fossem 13 crianças? A orientação sexual ainda é, infelizmente, algo que baliza o tempo, a responsabilidade e o envolvimento da polícia para solucionar o caso, disse Beto de Jesus, secretário para a América Latina e Caribe da Associação Internacional de Gays e Lésbicas (Ilga).

Leia mais sobre assassinato

    Leia tudo sobre: assassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG