Mais duas estudantes afirmaram que sofreram queimaduras de primeiro e de segundo graus durante o trote aos alunos novatos, ocorrido na segunda-feira, na saída de um dos campi das Faculdades Integradas de Santa Fé do Sul (Funec), no interior de São Paulo, segundo informou a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade.

Dessa forma, já são quatro as vítimas do trote violento na faculdade. Ontem, duas outras estudantes, uma delas grávida de três meses, também contaram que foram atacadas e sofreram queimaduras.

As estudantes que denunciaram o atentado nesta quinta-feira tiveram as identidades preservadas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), elas já prestaram depoimento ao delegado Gervásio Favaro, da DDM, foram encaminhadas ao Instituto Médico legal (IML) local e passaram por exame de corpo de delito.

Todas apontaram uma mulher como a responsável pelas queimaduras. De acordo com a SSP, a suspeita de lançar um líquido abrasivo sobre as vítimas durante a recepção aos calouros da faculdade já foi identificada.

Leia mais sobre: trote

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.