Mais de cem são presos ao tentar invadir cúpula do clima

Mais de cem ativistas foram presos hoje por tentarem invadir o local onde ocorre a 15ª Conferência das Nações Unidas para o Clima, informou a polícia de Copenhague, na Dinamarca. Centenas participaram da manifestação para ocupar o local da cúpula, onde representantes de 193 países estão reunidos na busca de um novo acordo internacional de combate ao aquecimento global, com o objetivo de transformá-lo em uma assembleia popular.

Agência Estado |

Não há informações sobre feridos.

Johnny Lundberg, porta-voz da polícia dinamarquesa, disse que os ativistas foram detidos por tentarem atravessar o perímetro de segurança estabelecido em torno do centro de convenções onde ocorre o evento. Também hoje, um grupo separado de ambientalistas de uma organização chamada Amigos da Terra realizava um protesto em frente aos policiais, já que não foram autorizados a entrar no centro de convenções, apesar de dispor de credenciais.

Durante a madrugada, um grupo de trabalho debateu quase até o amanhecer, mas sem chegar a um consenso, sobre novas metas de emissões de gases causadores do efeito-estufa e sobre a quantia a ser destinada aos esforços dos países pobres para lidar com as consequências das mudanças climáticas.

    Leia tudo sobre: copenhague

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG