Transparência Brasil, divulgado nesta quinta-feira, mostra que 45% dos deputados do Estado de São Paulo e 43% dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro respondem a inquéritos ou ações penais na Justiça." / Transparência Brasil, divulgado nesta quinta-feira, mostra que 45% dos deputados do Estado de São Paulo e 43% dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro respondem a inquéritos ou ações penais na Justiça." /

Mais de 40% dos deputados estaduais de São Paulo e Rio têm ocorrências na Justiça

Um levantamento realizado pela http://www.transparencia.org.br/index.html target=_topTransparência Brasil, divulgado nesta quinta-feira, mostra que 45% dos deputados do Estado de São Paulo e 43% dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro respondem a inquéritos ou ações penais na Justiça.

Redação |

Com isso, eles tiveram a prestação de contas rejeitada na Justiça Eleitoral ou foram punidos por Tribunais de Contas.

Em São Paulo, segundo a Transparência Brasil, as acusações que atingem os deputados estaduais são variadas e incluem estelionato, falsificação de documentos, compra de votos, entre outras. No Rio, os deputados estaduais são suspeitos de formação de quadrilha, extorsão, estelionato, abuso de poder econômico, compra de votos e até homicídio qualificado.

No total, são 42 deputados citados em ocorrências na Justiça Eleitoral, na Justiça Estadual, na Justiça Federal ou no Tribunal de Contas.

Tanto em São Paulo como no Rio, integrantes da cúpula da Assembleia Legislativa têm ocorrência na Justiça. Na Mesa Diretora da Assembleia paulista são seis os citados, incluindo o presidente da Casa. Na Assembleia fluminense são dois: o presidente e o quarto secretário.

Também no Conselho de Ética de ambas as Casas há integrantes com pendências no Judiciário e/ou punições em Tribunais de Contas. No Rio, mais de metade dos integrantes desse colegiado têm ocorrências na Justiça ou em Tribunais de Contas. Em São Paulo, são dois a cada cinco.

Por partido

Onze dos quinze partidos representados na Assembleia Legislativa de São Paulo têm um ou mais de seus integrantes entre os citados na Justiça ou em Tribunais de Contas.

Entre os três partidos que têm mais de 10% das cadeiras da Casa (PSDB, PT e DEM), o DEM é que apresenta a maior proporção de citados:

No Rio, o PMDB é, das três maiores bancadas, o partido que tem a maior proporção de citados: 47%

Leia também:


Leia mais sobre: deputados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG