Mais de 24 mil podem ficar sem carteira de motorista em São Paulo

SÃO PAULO - O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) divulgou, nesta quinta-feira, uma lista de mais de 24 mil motoristas que podem ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa em São Paulo por excesso de pontos. Todo mês, um balanço deste tipo é divulgado e os portadores das CNHs têm 30 dias para recorrer da decisão.

Redação |

O código de trânsito prevê que os condutores que atingirem a pontuação igual ou superior a 20 pontos, no período de 12 meses, ou os que forem multados por infração gravíssima tenham seu direito de dirigir suspenso. Infrações gravíssimas são atitudes como tirar rachas, dirigir embriagado e ultrapassar 50% da velocidade máxima da via.

O direito de dirigir é suspenso por períodos que variam de um mês a um ano, dependendo da gravidade das infrações cometidas. Aos reincidentes, as penas variam de seis meses a um ano.

Durante a suspensão, o condutor passa por um curso de reciclagem de 30 horas e, se for pego dirigindo neste período, pode aumentar o tempo de suspensão da CNH.

Leia também:

Leia mais sobre: carteira de habilitação suspensa

    Leia tudo sobre: cnh

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG