Mais de 2 milhões de pessoas são esperadas para o réveillon na Paulista

SÃO PAULO - Mais de 2 milhões de pessoas são esperadas para a festa de réveillon na Avenida Paulista, em São Paulo. O evento, organizado pela prefeitura da cidade e pela SP Turismo, terá sete atrações musicais e 15 minutos de queima de fogos de artifício.

Agência Brasil |

O evento, que neste ano terá o tema São Paulo, a torcida do Brasil se encontra aqui, em alusão à Copa do Mundo de Futebol, contará com a apresentação da cantora Pitty, do compositor Dudu Nobre, da dupla Edson e Hudson, da cantora Maria Rita, do cantor Martinho da Vila, do trio KLB e da escola de samba Mocidade Alegre, campeã do carnaval paulistano em 2009. A festa terá início no dia 31 de dezembro, a partir das 20h, e deverá se estender até as 2h30 do dia 1º de janeiro.

A segurança do público será feita  por cerca de 2,8 mil agentes. A Polícia Militar, a Guarda Civil Metropolitana, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e seguranças particulares participarão da operação.  O esquema de segurança contará ainda com o apoio de viaturas, motos, helicópteros, bases comunitárias e um sistema composto por dez câmeras de segurança, com alcance de um quilômetro cada.

A contagem regressiva será comandada pelo mestre de cerimônias da festa, o ator e apresentador Luigi Baricelli. Na hora da virada, o público poderá apreciar efeitos programados de 5 milhões de confetes metalizados, lançamento de 10 mil balões e uma queima de fogos com 100 mil tiros e 6 mil bombas multicoloridas.

Segundo a prefeitura, o metrô será a melhor opção para o público chegar à festa. O sistema operará ininterruptamente as linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha durante toda a madrugada do dia 31 para o dia 1º, com as estações abertas para embarque e desembarque até as 2h da manhã.

Após esse horário, as estações Paraíso, Brigadeiro, Consolação e Clínicas ficarão abertas para embarque, enquanto as demais continuarão funcionando para desembarque. A estação Trianon, no entanto, será fechada às 19h do dia 31 e reaberta às 4h40 do dia 1º.

Materiais cortantes ou pontiagudos, garrafas e fogos de artifício estão proibidos e serão retidos. Haverá vistoria da Polícia Militar e dos seguranças particulares em todos os acessos à festa.

O público poderá contar com dez pontos de atendimento médico, que terão ambulatórios, médicos, enfermeiros e ambulâncias equipadas com UTI. Também estarão à disposição 80 pontos com alimentos e bebidas. Será proibido o acesso de ambulantes no perímetro da Avenida Paulista e acessos ao evento.

Uma área será separada em frente ao palco, na Rua Ministro Rocha Azevedo, para pessoas com necessidades especiais, com acesso por meio da barricada frontal.

Leia mais sobre: réveillon

    Leia tudo sobre: reveillon

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG