Mais da metade dos brasileiros possui telefone celular, mostra Pnad

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que, em 2008, mais da metade dos brasileiros (53,8%) possuía telefone celular para uso pessoal. Isso representa um contingente de 86 milhões de pessoas. Em 2005, este percentual era de apenas 36,6%.

iG São Paulo |

A pesquisa leva em conta a população com 10 anos ou mais de idade e indica que a região Centro-Oeste é a campeã do ranking, com 64,3% das pessoas com celulares. No Distrito Federal, o percentual chega a 75,6%.

Em seguida, está a região Sul, onde 62,8% da população possui celular. Em 2005, as duas regiões tinham percentuais iguais, 47,5% cada.

No Sudeste, 58,5% da população têm celular. De acordo com a Pnad, em todos os Estados o percentual ultrapassou 50%, sendo que no Rio de Janeiro alcançou 61,7%.

Norte e Nordeste

Na parte inferior do ranking continuam as regiões Norte e Nordeste, onde 45,4% e 41,2% da população, respectivamente, possuem o aparelho. No entanto, a pesquisa mostra que estas foram as regiões onde mais houve crescimento do índice. Em 2005, apenas 27% das pessoas no Norte e 23,8% no Nordeste tinham celular.

Apesar de ainda registrarem percentuais pequenos, em apenas três anos, Piauí e Maranhão quase dobraram o número de pessoas com celular. Piauí passou de 16,8% para 32,5% e Maranhão de 14,2% para 28%.

Renda e escolaridade

A posse do celular está diretamente ligada ao nível de escolaridade e renda das pessoas, indica a pesquisa do IBGE. Entre os que têm celular, a média de anos de estudo é de 9,2. Já entre os que não têm é de 5,2 anos.

Conforme a Pnad, o celular atinge 24% das pessoas que ganham até ¼ de salário mínimo. Na classe das que recebem mais de cinco salários mínimos chega a 89,2%. O bem também tem relação com a ocupação que o indivíduo exerce. As profissões que exigem maior nível de instrução apresentam percentuais mais elevados de pessoas com celular.

Entre integrantes das forças armadas e auxiliares, o percentual dos que têm celular é de 90,7%; seguidos pelos dirigentes em geral (89,7%) e profissionais das ciências e das artes (89,1%). Já para os trabalhadores agrícolas, por exemplo, esse índice é de apenas 24%.

Leia também:

Internet

Celular

Leia mais sobre: internet - celular


    Leia tudo sobre: celularpnad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG