A Polícia Federal prendeu hoje, no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, mais cinco suspeitos de integrarem uma organização criminosa investigada pela Operação Ícaro. A quadrilha é responsável pela clonagem e utilização de cartões bancários em compras de passagens aéreas, entre outros produtos.

Os cinco foram presos pelos agentes ao fazerem escala em Governador Valadares. O avião seguia para o Rio.

A Delegacia de Polícia Federal em Governador Valadares tinha a informação de que os passageiros haviam embarcado com passagens compradas com cartões de crédito falsificados. Os presos responderão pelo crime de receptação. Ontem, cinco pessoas foram detidas. Três prisões ocorreram em Governador Valadares, uma em Belém, no Pará, e a outra no Rio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.