Maioria não tem candidato para 2010, diz CNT/Sensus

BRASÍLIA - A 94ª Pesquisa CNT/Sensus, divulgada nesta segunda-feira pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), voltou a levantar qual a tendência do eleitorado brasileiro para a eleição presidencial de 2010. Na pesquisa espontânea, Lula saiu na frente com 20,4% dos votos, seguido do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), com 10,6%; e do governador de Minas Gerais, Aécio Neves, com 4,1%. A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, do PT, obteve 1,7% das intenções de voto, seguida de Heloísa Helena, do PSol (1,5%), Geraldo Alckmin, do PSDB (0,9%) e Ciro Gomes, do PSB (0,8%). A maioria dos entrevistados, 57,5%, ainda não sabem em quem irão votar para a presidência da República nas próximas eleições.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Ao apresentar lista de candidatos, a pesquisa apontou que José Serra ficaria em primeiro lugar nos quatro cenários apresentados em que seu nome foi incluído. Quando o candidato tucano é Aécio Neves, ele também fica em primeiro lugar.

No primeiro cenário, por exemplo, José Serra ganharia as eleições com 46,5% dos votos. Heloisa Helena ficaria em segundo 12,5%, seguida por Dilma com 10,4%. 30,6% não escolheram candidatos neste cenário. Os números de setembro eram respectivamente: 45,7%, 12,5%, 10% e 31,8%.

Na segunda lista estimulada pela pesquisa, com Aécio Neves como candidato do PSDB, os tucanos também ganhariam as eleições com 25,3% dos votos. Heloisa Helena teria 19,1%; Dilma, 12,9%; e 42,8% não souberam responder. Em setembro, eram 22,4%, 21,1% e 12,3% 44%.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno entre José Serra e Dilma Rousseff, o candidato tucano ganharia com 53,7% contra 14,5% da ministra petista. Em setembro, os números eram 51,4% e 15,7%. A margem de erro é de 2%. Não souberam declarar candidato, 31,9%. Em setembro, eram 32,9%.

Em uma disputa entre Aécio e Dilma, a diferença entre os dois candidatos é menor. Ainda assim, Aécio seria eleito com 32,3%. Dilma obteria 20,2%. Não souberam declarar candidato, 47,6%. Em setembro, os números foram 34%, 18,4% e 47,7%.

Como terceira opção de embate, José Serra ganharia as eleição com 52,7%. Ele teve 47,1%, em setembro. Ciro Gomes teria 13,9%. É uma queda significativa, uma vez que, em setembro, ele foi lembrado por 22,5%.

    Leia tudo sobre: cnt/sensus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG