Maioria dos internautas acredita que medida contra trote violento não será respeitada

SÃO PAULO ¿ O Último Segundo realizou nesta quinta-feira uma enquete que perguntava ao internauta: Você acha que a medida que proíbe o trote violento será respeitada pelos estudantes? O resultado apontou que 73% (366 votos) acham que não e 36% (136 votos) acreditam que sim. No total, houve 502 votos.

Redação |

A Câmara aprovou nesta quarta-feira (18) um projeto-de-lei que proíbe o trote violento nas universidades. De acordo com o texto, fica proibido condutas que ofendam a integridade física, moral e psicológica dos novos alunos; que importe constrangimento aos calouros (novos alunos) do estabelecimento de ensino; que exponha, de forma vexatória, os novos estudantes ou que implique pedido de doação de bens ou dinheiro.

Ainda de acordo com o texto, aprovado nesta quarta-feira, quem infringir as normas fica sujeito à multa que varia de R$ 1 mil a R$ 20 mil e vai responder processos internos que podem levar à suspensão da universidade ou até mesmo ao impedimento de se matricular em faculdades pelo período de um ano - além do envio de processo ao Ministério Público.

O projeto também normatiza como devem ser os trotes, que não poderão durar mais de 20 horas, precisam ser feitos no primeiro mês letivo e vão ser coordenados por um grupo de alunos e professores, visando maior integração do aluno com a universidade e suas instalações.

Leia também:

Leia mais sobre: trotes

    Leia tudo sobre: trote

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG