rebatizada de A H1N1 pela Organização Mundial de Saúde). A Declaração de Saúde do Viajante (DSV) seria adotada a partir do dia 22 de junho, após brusco crescimento de casos em países da América do Sul, incluindo o Brasil. Passageiros de voos internacionais afirmaram à reportagem do Último Segundo que não receberam nem preencheram nenhum documento com perguntas sobre sintomas da ¿gripe suína¿." / gripe suína - Brasil - iG" / rebatizada de A H1N1 pela Organização Mundial de Saúde). A Declaração de Saúde do Viajante (DSV) seria adotada a partir do dia 22 de junho, após brusco crescimento de casos em países da América do Sul, incluindo o Brasil. Passageiros de voos internacionais afirmaram à reportagem do Último Segundo que não receberam nem preencheram nenhum documento com perguntas sobre sintomas da ¿gripe suína¿." /

Maior aeroporto do País ainda não adotou novo formulário da gripe suína

SÃO PAULO ¿ O aeroporto de Guarulhos, que concentra mais da metade dos vôos internacionais do País, ainda não adotou o novo formulário para monitoramento da ¿gripe suína¿, (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de A H1N1 pela Organização Mundial de Saúde). A Declaração de Saúde do Viajante (DSV) seria adotada a partir do dia 22 de junho, após brusco crescimento de casos em países da América do Sul, incluindo o Brasil. Passageiros de voos internacionais afirmaram à reportagem do Último Segundo que não receberam nem preencheram nenhum documento com perguntas sobre sintomas da ¿gripe suína¿.

Bruno Rico, repórter do Último Segundo |


    A turista francesa Lesette Pagot, que desembarcou no aeroporto de Guarulhos com uma máscara descartável, afirmou que preencheu apenas o formulário de bagagem. Ela explicou que está com câncer e, devido à baixa imunidade, preferiu proteger-se tapando o nariz e a boca.

    Além de Pagot, outras 32 pessoas entrevistas pelo Último Segundo afirmaram que apenas preencheram o formulário de bagagem e a maioria delas não recebeu nenhum panfleto com informações sobre a gripe suína.

    Até a adoção da Declaração de Saúde do Viajante (DSV), o formulário de bagagem vinha sendo o principal documento usado pela Anvisa para monitorar pessoas infectadas. O procedimento padrão no desembarque dos voos desta manhã se restringiam a um alerta feito pelos comissários de bordo antes dos passageiros deixarem a aeronave e à entrega do documento de bagagem, que contém o contato das pessoas.

    A única passageira que afirmou ter entregue o DSV foi uma italiana que estava com máscara de proteção e que está fazendo viagens a trabalho pela América Latina. Emanuela Finotti, 36, já passou pela Venezuela, Argentina e Chile. Ela afirmou que não acredita que a máscara não seja muito útil, mas avalia que, frente os riscos a que está exposta, é a única opção.

    O gerente de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da Anvisa, Paulo Coury, afirmou que o novo formulário visa  tornar mais rápido o envio de informações ao Sistema Único de Saúde. Ele explica que o DSV não chega a substituir e nem melhorar, mas traz agilidade. Disse, ainda, que, até sexta-feira, todos os passageiros de vôos internacionais que circularem pelo País estarão preenchendo o novo formulário.

    Passageiros misturados

    Ao desembarcar, passageiros de vôos diferentes se encontram no saguão de retirada de bagagem. Num mesmo ambiente fechado, dezenas de pessoas se misturam em torno das esteiras de bagagem. O assistente técnico, Eduardo Demarchi, foi um dos que dividiu o saguão de retirada de bagagem com passageiros de outros voos. Ele vinha do Canadá.

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entende que, nessas situações, mais pessoas podem ser contaminadas, mas afirma que, infelizmente, não pode fazer nada a respeito. A Anvisa entende que a pessoa que está contaminada deve ter a responsabilidade de se pronunciar para ser devidamente isolada.

    Recomendações

    O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira que 94 novos casos de infecção por gripe suína foram confirmados no País. Com os novos casos, o total acumulado de confirmados no Brasil chegou a 334.

    Com o crescimento de casos, o Ministério da Saúde recomendou aos brasileiros evitarem viajar para o Chile, Argentina e países da América do Sul por causa do risco de contágio pelo vírus da "gripe suína".

    A brasileira Nozumi Morimota, que figura no grupo de risco - tem mais de 60 anos, estava com escursão marcada para Buenos Aires antes do anúncio e e não conseguiu mudar a data. No aeroporto, já vesitia máscara e afirmou que vai seguir todas as recomendações da Anvisa.

    Fluxo de gente no País

    De acordo com o gerente de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados da Anvisa, Paulo Coury, 38 mil pessoas do mundo inteiro passam pelo Brasil por dia. Até abril deste ano, 4,4 milhões de pessoas fizeram vôos internacionais de ida e volta ao País. Destes, mais da metade (2,7 milhões) passou pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos.

    Ainda de acordo com Paulo Coury, 70 mil pessoas do MERCOSUL, região que teve grande aumento de casos descobertos nos últimos dias, entram no Pais por semana.

    Veja também:


      Leia tudo sobre: aeroportoaeroporto de congonhasanvisagripe suínasaúdeturista

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG