Maia: DEM vai requerer mandato de quem deixar legenda

O presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ), anunciou hoje que seu partido vai pedir de volta, na Justiça, o mandato de todos os parlamentares que deixarem a legenda antes do dia 3 de outubro, prazo-limite para a nova filiação de candidatos às eleições de 2010. Nós que votamos em favor da fidelidade partidária não podemos ter outra posição que não seja reivindicar esses mandatos, disse Maia, segundo informação divulgada no início desta noite pela assessoria de imprensa do partido.

Agência Estado |

A Executiva Nacional do DEM, inconformada com a ofensiva de governadores que, segundo o líder, têm incentivado o troca-troca partidário que sempre ocorre na reta final do prazo de filiação, decidiu reagir ameaçando cassar os mandatos dos infieis. Rodrigo Maia anunciou a decisão da Executiva, segundo a assessoria, durante encontro promovido pelo partido no Recife para a capacitação dos pré-candidatos a deputado estadual e federal. "Não se trata de nada pessoal contra quem quer que seja, apenas decidimos pela uniformidade nesse direcionamento para o País inteiro", disse Maia, conforme o relato da assessoria do DEM.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG