Maggi rebate crítica de Carlos Minc e fala em complô contra MT

CUIABÁ (Reuters) - O governador de Mato Grosso reprovou, em nota oficial, declarações do novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, ao rebater na quinta-feira sua entrevista concedida em Paris no dia anterior, segundo a qual, se deixar, o governador planta soja até nos Andes. Blairo Maggi (PR) lamenta que a declaração do ministro não contribua para o debate do setor ambiental. O governo do Estado enumerou as políticas para o setor e citou haver espécie de complô contra o Estado.

Reuters |

'A bem da verdade, o que se percebe é a existência de uma ação coordenada contra o Estado de Mato Grosso, alimentada por um preconceito contra o setor produtivo', afirma a nota oficial.

'Foram descabidas, inoportunas, extemporâneas e impróprias para um ministro de Estado as declarações do futuro titular do Ministério do Meio Ambiente, senhor Carlos Minc', assinala a nota em sua introdução.

O comunicado também ironizou outra declaração de Minc em que ele havia dito que 'o Brasil eu conheço muito mal'.

'O sr. Carlos Minc desautorizou a si próprio a emitir opiniões sobre uma realidade que desconhece. Ele não pode opinar sobre o que não sabe.'

Ainda de acordo com a nota, o Estado dispõe de avançada legislação ambiental no país e tem reduzido nos últimos anos a abertura de novas áreas para a produção agrícola, um esforço com a finalidade 'de compatibilizar as atividades produtivas com a preservação ambiental'.

(Por Jonas da Silva)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG