Maggi prevê disputa acirrada para o governo de MT

O governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), disse hoje, durante um café com a imprensa, que caso vença as eleições para o Senado, sua atuação será pautada pela regularidade ambiental e fundiária. Além disso, irei defender a revisão do repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

Agência Estado |

Não podemos aceitar que o Maranhão receba mais recursos do que todos Estados do Centro-Oeste", afirmou.

Maggi, que deixa o Palácio Paiaguás no dia 31 de março, prevê que a disputa para sucedê-lo será a mais acirrada da história. "Os três nomes colocados na disputa são bons e é muito provável que tenhamos um segundo turno pela primeira vez." Estão confirmadas as pré-candidaturas do vice-governador Silval Barbosa (PMDB), Mauro Mendes (PSB) e do prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB).

Ele também descarta retorno ao governo do Estado em outras eleições. "O meu horizonte é o Senado. Já cumpri minha parte como governador," disse. Maggi disse esperar que a campanha seja de alto nível, sem ataques pessoais. "O destino da campanha discutirá o Estado em todos os níveis. As últimas eleições têm mostrado que quem baixa o nível, acaba perdendo", afirmou o governador.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG