Mafalda entra no roteiro turístico obrigatório de Buenos Aires

Mafalda entra no roteiro turístico obrigatório de Buenos Aires Por Ariel Palacios, correspondente Buenos Aires, (AE) - Mãos nos joelhos, olhos postos no horizonte, leve sorriso de superioridade. E um espaço vazio no banco, que seus muitos fãs têm se ocupado de preencher.

Agência Estado |

A escultura da personagem Mafalda, a irônica menina-filósofa que analisa a conjuntura mundial, foi instalada há pouco mais de uma semana, mas já virou ponto turístico obrigatório em Buenos Aires.

A Mafalda tridimensional fica na esquina das Ruas Chile e Defensa, no bairro de Montserrat, o mesmo onde "moram" a menina e seus amigos, cenário de suas aventuras. San Telmo está logo ali, do outro lado da rua. A inauguração contou com a presença do cartunista Joaquín Lavado, o Quino, criador da personagem. Ele disse ter ficado surpreso ao ver a "espontaneidade" da estátua.

Segundo o artista plástico Pablo Irrgang, que assina a escultura, a Mafalda sentada no banco foi feita em tamanho "real". A ideia é que, depois, a obra seja deslocada alguns poucos metros até ficar, definitivamente, na porta de seu prédio, na Rua Chile, número 371.

Mistério - O edifício tem até uma placa, instalada pela prefeitura de Buenos Aires depois de vários trâmites burocráticos. O sinal indica que ali mora a menina que odeia sopa mais do que tudo, ama os Beatles e ganhou o status de cult há bastante tempo. Mesmo que suas tiras tenham sido publicadas, de fato, somente no período entre 1964 e 1973.

A localização exata da casa de Mafalda foi um mistério durante décadas. Certeza mesmo, só a de que a garota era portenha. Nos últimos anos, porém, um grupo de jornalistas fanáticos por Quino vasculhou sem trégua os quadrinhos da personagem, as entrevistas dadas pelo ilustrador e as indicações geográficas encontradas nos desenhos, como a linha de ônibus usada (a de número 86), as praças e os monumentos retratados nas histórias.

Chegaram, assim, ao endereço onde o cartunista realmente morou durante os anos 1960. Quino não teve outro jeito: acabou confirmando o resultado da investigação dos jornalistas. O prédio da garota era mesmo o da Rua Chile.

A primeira tira da personagem foi publicada em 29 de setembro de 1964. Assim, a escultura inaugurada no bairro de Montserrat pode ser considerada também um presente de aniversário. Mafalda está prestes a completar 45 anos - ou 51, se você levar em conta o fato de que a menina-filósofa já "nasceu" no auge questionador de seus 6 aninhos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG