Mães de vítimas da Providência pedem proteção policial

Duas mães das vítimas do Morro da Providência, no centro do Rio de Janeiro, querem a inclusão de suas famílias no Programa de Proteção às Testemunhas do governo federal. O pedido foi feito ao ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, que hoje subiu o morro para visitar os familiares dos jovens mortos no fim de semana.

Agência Estado |

Elas testemunharam, junto com outros moradores, a detenção dos filhos por militares, que acabaram levando as vítimas para traficantes rivais do Morro da Mineira, na zona norte, onde eles foram torturados, mutilados e mortos.

"Será nossa primeira providência. Elas solicitaram porque tem seus filhos e parentes ameaçados de morte", afirmou Vannuchi. O ministro liderou a comitiva da Comissão Especial do Conselho da Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, que também esteve com militares no Comando Militar do Leste (CML) e com o delegado-titular da 4ª Delegacia de Polícia, Ricardo Dominguez, responsável pelas investigações sobre o caso.

De acordo com o Vannuchi, a comissão percebeu várias contradições entre o que informam os militares e o que denunciam os moradores. "A versão das autoridades do Exército foi de reportar 13 ocorrências nestes quase sete meses de presença (na Providência). Já os familiares e moradores fizeram um relato dramático de repetidas ocorrências", disse Vanucchi. As denúncias recebidas pela comissão foram de espancamentos, revistas abusivas, invasões a domicílios e assédio às moradoras.
Retirada

Na reunião, os moradores e familiares pediram que o ministro encaminhasse pessoalmente ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o pedido para que o Exército saísse do morro e que a Força Nacional de Segurança (FNS) não substituísse a tropa. "Não temos certeza que a opinião do grupo que se reuniu conosco representa a opinião de todos os moradores da Providência. A frase usada por eles foi 'não queremos trocar seis por meia dúzia'", afirmou Vanucchi.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG