PORTO ALEGRE - Policiais da Delegacia da Criança e do Adolescente do Rio Grande do Sul informaram que uma mulher vendeu seu bebê por R$ 15 ou menos para comprar crack. O valor correto pago está sendo verificado pelos policiais, que buscam a mulher para depoimentos neste momento.


A polícia apura, também, se a criança teria sido "comprada" por uma vizinha, para que não fosse parar nas mãos de traficantes. O bebê está no Conselho Tutelar do Rio Grande do Sul.

Leia mais sobre: drogas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.