A mulher que jogou sua filha na lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, tenta reaver a guarda da criança. Na época do crime, em janeiro de 2006, o bebê tinha dois meses.

A mãe, que foi condenada a nove anos de prisão, já cumpriu um sexto da sentença. Assim, ela tem direito à progressão de regime, podendo ficar 35 dias por ano em liberdade e ainda trabalhar dentro da penitenciária.


Veja o vídeo:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.