Suelange Leal Azevedo, de 31 anos, mãe do bebê de apenas cinco dias abandonado na última terça-feira dentro da Paróquia Santa Mônica, no Leblon, no Rio, se apresentou na manhã de hoje na sede da Delegacia de Atendimento ao Turismo (Deat), no mesmo bairro.

A mãe, moradora de rua em Botafogo, contou aos policiais que abandonou o filho porque estava desempregada e sem condições financeiras de sustentá-lo.

Suelange disse ainda que procurou o Conselho Tutelar de Laranjeiras, que fez o encaminhamento da criança a um abrigo, mas mudou de idéia e resolveu deixar o filho na Igreja, na esperança de ele ser adotado. Ela será encaminhada para a 14ª DP (Leblon), onde será feito o registro.

Leia mais sobre bebê abandonado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.