RIO DE JANEIRO - Uma mulher morreu e sua filha de 11 meses, que estava em seu colo, ficou ferida após serem baleadas na noite deste domingo perto da Favela Kelsons, na Penha, no Rio de Janeiro.

Ana Cristina Costa do Nascimento, de 24 anos, foi atingida no peito enquanto andava com um grupo de pessoas na rua Marcílio Dias, por volta das 22h. Ela e familiares saíam da favela após uma festa.

Ana foi levada ao Hospital Getúlio Vargas, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a Secretaria de Saúde e Defesa Civil do Rio, o bebê passou por cirurgia e está em estado grave, porém estável.

De acordo com a polícia, durante a patrulha da corporação pela região dois supostos traficantes que estavam em uma moto atiraram contra a equipe.

A PM afirma não ter feito disparos, mas testemunhas disseram que houve troca de tiros. "A polícia já entrou atirando só deu tempo de eu me abaixar, e quando me abaixei, olhei para trás eu vi o marido dela gritar socorro", disse um homem à "BandNews".

Até a manhã desta segunda-feira, ninguém havia sido preso.

Guerra

A guerra pelo controle do tráfico de drogas se intensificou quando criminosos da facção Comando Vermelho tentaram invadir no último dia 17 o Morro dos Macacos, localizado na zona norte da cidade, controlado pela quadrilha Amigos dos Amigos.

Um helicóptero da PM foi derrubado pelos bandidos, matando três policiais. Desde então, os confrontos na cidade já deixaram mais de 40 mortos.

(*Com informações da Agência Estado)

Leia também:

Leia mais sobre: violência no Rio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.