Mãe é acusada de prender e torturar filhos em Goiás

GOIÁS - Dionice Gualberto de Brito, 35, foi presa no último sábado (26) pela Polícia Civil de Alvorada do Norte, cidade do Estado de Goiás. Dionice é acusada de tortura, cárcere privado e lesões corporais graves contra pelo menos dois de seus quatro filhos menores. A denúncia de maus-tratos partiu do filho mais velho da acusada, Diego de Oliveira de 19 anos.

Redação |

Segundo a SSP, a garota de 11 anos foi encontrada pela polícia acorrentada ao pé da cama da casa da família na cidade Mambaí, no Nordeste goiano (503 km de Goiânia). A outra filha de 9 anos apresenta sérias queimaduras que, segundo o irmão mais velho teriam sido provocadas por Dionice, que teria jogado água fervente na garota.

Polícia Civil


Dionice foi presa em flagrante e encaminhada para a cadeia pública de Simolândia. De acordo com a SSP, na cadeia a acusada confessou a autoria dos atos e tentou justificá-los. Ela diz que o motivo de manter a menina de 11 anos acorrentada seria uma tentativa desesperada de salvar a garota.

Segundo Dionice, a criança é deficiente mental e costuma fugir de casa para roubar e perturbar os vizinhos. Sobre a queimadura, encontrada na outra filha, Dionice afirma que tudo não passou de um acidente.

Além das duas crianças agredidas e do filho maior, Dionice tem outros dois filhos, de 5 e 7 anos. Segundo a SSP, eles não foram vítimas de agressão. Todos os quatro filhos menores da acusada estão sob os cuidados do Conselho Tutelar do município de Mambaí.

Leia também:



Leia mais sobre: tortura

    Leia tudo sobre: tortura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG