PORTO ALEGRE ¿ Uma mulher de 60 anos confessou ter matado o filho, de 24 anos, com um tiro, na tarde do último domingo, em um bairro nobre da cidade de Porto Alegre, segundo informações do delegado Celso Alan Jager, da Polícia Civil da cidade.

De acordo com o delegado, o filho era viciado em crack. Seus pais, com medo do que ele pudesse fazer, mantinham a arma em casa. O jovem já teria passagem pela polícia por agressão à mãe, posse de drogas e roubo, e teria sido internado para reabilitação ao menos cinco vezes.

Jager conta que logo que a polícia foi acionada e a perícia chegou ao local, a mãe estava muito comovida e confessou que havia matado seu filho. A polícia investiga, agora, uma possível participação do pai no crime.

A mulher foi presa em flagrante e alegou que, na tarde de domingo, brigava com o filho porque não tinha mais dinheiro para dar a ele. O jovem teria, então, a atirado no chão e quebrado os vidros da casa. Ela diz ter pegado o revólver e disparado acidentalmente em direção ao filho.

O pai do jovem é de origem alemã e vive no Brasil há 20 anos. Ele deve ser ouvido pela polícia.

Leia mais sobre: mortes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.