Delegada diz que réu não sofreram pressão http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/legista_diz_que_isabella_tinha_fratura_que_nao_foi_causada_pela_queda_1368083.html target=_topLegista diz que Isabella tinha fratura que não foi causada pela queda http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/pericia_inicial_constatou_indicios_do_crime_diz_perita_do_caso_isabella_1367872.html target=_topEu sei que é sangue humano e é de Isabella, diz perita" / Delegada diz que réu não sofreram pressão http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/legista_diz_que_isabella_tinha_fratura_que_nao_foi_causada_pela_queda_1368083.html target=_topLegista diz que Isabella tinha fratura que não foi causada pela queda http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/pericia_inicial_constatou_indicios_do_crime_diz_perita_do_caso_isabella_1367872.html target=_topEu sei que é sangue humano e é de Isabella, diz perita" /

Madrasta disputava colo de Alexandre com Isabella, diz vizinha

SÃO PAULO - Benícia Maria Bronzati Fernandes, antiga vizinha de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, afirmou na noite desta terça-feira que presenciava constantes brigas e cenas de ciúmes da madrasta de Isabella. Amiga da mãe de Alexandre, Benícia disse que teria alertado a avó da menina sobre o perigo que Anna Carolina representaria para Isabella. Falei para a Cida que ela é tão maluca que qualquer hora joga a menina lá de cima. Benícia relatou em depoimento o dia em que o casal foi para uma festa, onde a madrastra disputava o colo de Alexandre com Isabella. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/delegada_diz_que_reus_nao_sofreram_pressao_da_policia_1369315.html target=_topDelegada diz que réu não sofreram pressão http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/legista_diz_que_isabella_tinha_fratura_que_nao_foi_causada_pela_queda_1368083.html target=_topLegista diz que Isabella tinha fratura que não foi causada pela queda http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/06/17/pericia_inicial_constatou_indicios_do_crime_diz_perita_do_caso_isabella_1367872.html target=_topEu sei que é sangue humano e é de Isabella, diz perita

Luciana Fracchetta, do Último Segundo |


Benícia se apresentou espontâneamente ao Ministério Público, embora não estivesse previsto este depoimento, o juiz Maurício Fossen concordou em ouvir a testemunha e julgará a veracidade das informações.

A vizinha foi a terceira testemunha a depor sobre a morte de Isabella Nardoni nesta terça-feira no Tribunal de Justiça de São Paulo. Outras três testemunhas devem ser ouvidas ainda esta noite. Karen Rodrigues da Silva, síndica, foi dispensada de prestar depoimento. Alexandre Nardoni e Anna Jatobá acompanham todos os depoimentos algemados sentados em frente ao juiz, Maurício Fossen.

De acordo com a vizinha, "amiga da família", ela teria presenciado uma briga entre o casal, onde o principal motivo seria uma ligação de Anna Carolina Oliveira para o celular de Alexandre. Anna Jatobá teria atendido e começado a discussão. "Estava na garagem quando ouvi Anna Carolina gritar e a bater o pé no chão. Ela jogou uma ferramenta em Alexandre, ele desviou e o objeto atingiu a parede". Após saber o motivo da briga, Benícia disse que alertou a avó de Isabella sobre o ciúme excessivo de Anna Jatobá, para que Cida não deixasse a garota sozinha com a madrasta.

Durante depoimento, a testemunha ressaltou uma constante competição pela atenção de Alexandre. "Estava em um churrasco e Isabella ficava no colo e no pescoço do pai. Toda vez que isso acontecia, Anna retirava a garota do colo de Alexandre e sentava no lugar da criança. Isabella chorava muito. Presenciei isso várias vezes".

Benícia contou que Cida tinha um cuidado para que a menina não ficasse sozinha com a madrasta. "Isabella só ia na casa dos avós quando Cida estava presente, a mãe dela só entregava a criança nas mãos da avó".


Depoimentos

O juiz Maurício Fossen ouvirá 18 testemunhas indicadas pelo Ministério Público. De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça, entre os depoimentos, desta terça, estão os do Dr. Paulo Sérgio Tiepo Alves (IML), Dr. José Antônio de Moraes (perito), Benícia Maria Bronzati Fernandes (vizinha), Dr. Renata H. da Silva Pontes (delegada), Alexandre de Luca (sub-sindico do edifício London), Paulo César Colombo e mais uma testemunha não identificada.

Benícia, que morava no antigo prédio do casal, seria ouvida por precatória no dia 25, em Franca. Como ela está em São Paulo será ouvida ainda hoje. Totalizando em 9 depoimentos colhidos nesta terça.

A mãe de Isabella, Ana Carolina de Oliveira, e os avós maternos da menina, José Arcanjo de Oliveira e Rosa Maria Cunha de Oliveira, estão entre as 9 testemunhas a serem ouvidas na quarta-feira, também no Fórum de Santana, na zona norte de São Paulo. 

    Leia tudo sobre: caso isabella nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG