Madonna inicia construção de escola para meninas no Malauí

LILONGWE ¿ A cantora Madonna lançou oficialmente nesta segunda-feira a construção da escola para meninas que ela vai financiar no Malauí, país onde adotou duas crianças.

AFP |

A estrela pop de 51 anos cortou um bolo, plantou uma árvore e colocou o primeiro tijolo da construção ao lado de sua filha mais velha, Lourdes, de 13 anos, durante uma cerimônia à qual assistiram 500 pessoas na periferia da capital administrativa do Malaiuí, Lilongwe.

A escola, que se chamará Raising Malawi Academy for Girls (RMAG), "dará uma educação de alta qualidade para meninas oriundas de setores pobres e as preparará para que estudem carreiras como medicina, magistério e direito", declarou um funcionário da fundação de Madonna.

O projeto, que custará alguns milhões de dólares, é semelhante ao da escola para meninas inaugurada na África do Sul pela apresentadora de televisão americana Oprah Winfrey, segundo a mesma fonte.

Com sua fundação, a "Raising Malawi", Madonna construiu um orfanato ultramoderno em Mchinji. Em 2006, em sua primeira visita ao orfanato, conheceu David Banda, a quem adotou depois. Este ano, adotou uma menina, apesar da grande oposição de organizações não governamentais que trabalham na região.

    Leia tudo sobre: madonna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG