LILONGUE (Reuters) - A cantora Madonna deixou Malaui neste domingo em um avião particular após tentativa frustrada de adotar uma menina africana, disseram fontes do aeroporto local. A segurança bloqueou o acesso ao aeroporto após a chegada da pop star, impedindo a aproximação de repórteres e câmeras de

TV.

Madonna recorreu da decisão judicial que a impede de adotar a menina de quatro anos Mercy James.

Grupos de direitos humanos de Malaui, que acusam o governo de quebrar leis de residência quando permitiu que ela adotasse David Banda, em 2006, também se opuseram à nova tentativa da artista.

Já o governo local defende a adoção de menina Mercy dizendo que a celebridade é uma mãe respeitável.

Uma epidemia de Aids no país já deixou órfãs mais de um milhão de crianças.

Madonna criou uma organização humanitária para ajudar menores de idade de Malaui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.