Após 15 anos, Madonna está de volta ao Brasil para encerrar a turnê mundial de Sticky and Sweet. Ela chega amanhã ao Rio cercada por uma superprodução que faz jus ao título de rainha do pop.

Sua trupe tem 250 pessoas. Além dos músicos, bailarinos e outros profissionais diretamente ligados ao show, a equipe inclui cinco cozinheiros, um quiropata, um massagista e um personal trainer. Apesar da confusão inicial da venda de ingressos, ainda há muitos lugares para quem quiser assistir aos shows de domingo e segunda-feira no Maracanã. Os organizadores só não dizem a quantidade disponível. É mais um dos segredos que ajudam a criar o mistério em torno da pop star.

Madonna chega com os três filhos, Lourdes Maria, Rocco Ritchie e David Banda. Eles vão ocupar todo o sexto andar e as suítes dos outros andares do Copacabana Palace. São 130 metros quadrados cada uma, divididos em quarto, sala, closet, banheiro e uma ampla varanda de onde se tem uma vista fantástica da Praia de Copacabana, incluindo o Pão de Açúcar ao fundo. Aliás, da banheira é possível ver o mar. Haverá também uma piscina exclusiva, em área fechada apenas para Madonna. Ela também alugou um salão nobre do hotel para acomodar 12 camas elásticas. Todos os dias, a cantora e os bailarinos praticam jumping antes das aulas de dança.

No Maracanã, a montagem do palco começou há dois dias. Na lista de exigências da produção está o fornecimento de 800 quilos de gelo, separados em cubos e acomodados em saquinhos. Tanto gelo é para ser utilizado nas pernas de Madonna e dos bailarinos.

Há 15 anos, quando esteve no Rio, Madonna circulou pela cidade discretamente. Só saiu do hotel pela garagem e chegou a recorrer a uma sósia para despistar fãs e fotógrafos. Para visitar o Corcovado, usou até uma peruca de cabelos escuros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.