Líder do PDT na Câmara de São Luís nega machismo e diz que declaração, feita em sua página na rede social, foi só uma brincadeira

O líder do PDT na Câmara de Vereadores de São Luís, Ivaldo Rodrigues
Divulgação
O líder do PDT na Câmara de Vereadores de São Luís, Ivaldo Rodrigues
O líder do PDT na Câmara de Vereadores de São Luís, Ivaldo Rodrigues, provocou polêmica nesta segunda-feira (8) ao escrever, em sua página do Facebook, que mulher é como a rede social. Segundo o vereador, “Piriguete é que nem Facebook... Primeiro você curte, depois você cutuca e por último você compartilha com os amigos!”. A declaração foi feita no início da tarde desta segunda-feira.

Ao iG , o vereador afirmou que a frase foi uma brincadeira com seus amigos da rede social, e não uma declaração machista. “Aquilo não tem importância nenhuma. Não tem ligação com o que eu penso. Alguns amigos brincaram comigo e eu respondi. Apenas isso. Não estou dando uma opinião pública”, disse o vereador.

Questionado sobre a repercussão da frase, o vereador afirmou que não usa o Facebook como local de divulgação do seu trabalho parlamentar. “Eu não falo com a sociedade no Facebook. Falo com minha rede de amigos. Só adiciono quem realmente é meu amigo. É um espaço sem qualquer ligação ideológica”, complementou.

Para negar o machismo, Rodrigues deu um exemplo recente. Ele afirma que pediu vistas do processo de indicação do nome do pastor Silas Malafaia ao título de Cidadão de São Luís. O pedetista afirmou que o líder da Igreja Assembleia de Deus é homofóbico. Ele articula um movimento contra a aprovação desta homenagem a Malafaia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.