Bombeiro é suspeito de abusar da enteada de 10 anos

Ele não só mantinha relações sexuais como também filmava os abusos no próprio aparelho celular, segundo a polícia

Wilson Lima, iG Maranhão |

Um soldado do Corpo de Bombeiros do Maranhão foi preso na manhã desta sexta-feira (13) na cidade de Pinheiro, cidade a 340 quilômetros de São Luís, acusado de abusar sexualmente da própria enteada de 10 anos de idade. Ele não só mantinha relações sexuais como também filmava os abusos no próprio aparelho celular, segundo a polícia.

Suspeito é preso em Minas: "Se eu tiver cometido crime de pedofilia, quero ser abusado"

Prevenção: Combate à pedofilia é prioridade em delegacia de crimes de informática

A prisão de Paulo Henrique Bandeira Aranha, de 41 anos, foi decretada pelo juiz da 2ª Vara da Comarca de Pinheiro, Júlio Prazeres. O próprio bombeiro confessou a policiais os abusos. Ele mantinha relações sexuais com a enteada há aproximadamente um ano. A Polícia Civil do Maranhão apura se outras crianças foram vítimas de Aranha, já que ele mantinha um trabalho social em Pinheiro e convivia com outras meninas com idade semelhante à da enteada. Os abusos aconteciam na própria residência do soldado do Corpo de Bombeiros.

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) abriu procedimento administrativo disciplinar para apurar a responsabilidade do bombeiro. A criança foi submetida a exames de conjunção carnal para confirmar os abusos. O bombeiro foi transferido para São Luís e está alojado na detenção do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar.

    Leia tudo sobre: bombeirospedofiliamaranhão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG