foi encontrado morto dentro de um carro num dos acessos à Favela Sapo, em Senador Camará, zona oeste da capital, na tarde de quinta-feira." / foi encontrado morto dentro de um carro num dos acessos à Favela Sapo, em Senador Camará, zona oeste da capital, na tarde de quinta-feira." /

Lutador morto em assalto é enterrado no Rio

O corpo do lutador de jiu-jitsu Marcos Adriano Albuquerque, de 39 anos, foi enterrado nesta tarde no Cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. Marcos Jara, como era conhecido, http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/12/25/lutador+e+assassinado+e+turista+americano+fica+ferido+em+assalto+no+rio+9255691.html target=_blankfoi encontrado morto dentro de um carro num dos acessos à Favela Sapo, em Senador Camará, zona oeste da capital, na tarde de quinta-feira.

iG Rio de Janeiro |

A polícia já sabe que a Land Rover que Jara dirigia quando foi abordado por bandidos estava no nome do ator Luciano Szafir, de quem o lutador era sócio numa empresa de treinamento de atletas.

Jara morreu com tiros na cabeça, no peito e no ombro. Três horas após o assalto, seu corpo foi encontrado dentro da Land Rover a 25 quilômetros do local do crime. Ele foi localizado pelo rastreamento via satélite do carro, em Senador Camará.

A delegada Márcia Julião, da 34ª DP (Bangu), informou que Brent Garret Massnam implorou aos suspeitos para não morrer. Ela ouviu o americano informalmente, na tarde de sexta-feira, no Hospital Pedro II.

Às 17h30 deste sábado, familiares e amigos farão uma homenagem ao lutador na Praia de Copacabana. Jara morava nos Estados Unidos havia 20 anos. Durante as visitas ao Brasil, sempre jogava futebol neste local. 

O lutador vivia em Los Angeles, onde inicialmente trabalhou como dançarino de lambada e, em seguida, passou a ensinar jiu-jitsu, inclusive para atores e celebridades de Hollywood. Em 2003, treinou Mike Tyson para um combate de vale-tudo, quando o ex-campeão mundial de boxe desafiou Bob Sapp, lutador de K-1 ¿ mistura de kung-fu, caratê e kickboxing.

    Leia tudo sobre: rio de janeiroviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG