Lupi participará de ato contra emenda Ibsen no Rio

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, participará na tarde de hoje de uma passeata no Rio de Janeiro contra a proposta aprovada pela Câmara, que retira do Estado parte das receitas dos royalties de petróleo. O ato foi organizado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB).

Agência Estado |

"Ninguém tem o direito de tirar dos limites do Rio o que a natureza deu", disse Lupi, que é do Rio de Janeiro.

Segundo ele, o projeto proposto pelo deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS), de distribuição igualitária dos royalties, prejudica inclusive os contratos já estabelecidos. Ele disse que está disposto a negociar com o Congresso para evitar que o Estado perca dinheiro. Lupi informou que os seis senadores do PDT já fecharam um acordo com ele, de que não vão aprovar nenhuma proposta que traga prejuízos ao Rio de Janeiro.

O ministro do Trabalho lembrou que o projeto original do governo, enviado ao Congresso, não previa a repartição dos royalties com todos os Estados. "Não se pode dividir tirando dinheiro de uma só fonte", argumentou. Para ele, a proposta aprovada pela Câmara retira do Rio cerca de R$ 6 bilhões a R$ 7 bilhões. "O Congresso criou esta situação. Quem cria a situação tem que buscar uma solução."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG