Lula volta ao Brasil e se diz preocupado com Alencar

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva justificou seu retorno do Equador, cancelando a participação na cerimônia de posse do presidente reeleito, Rafael Correa, como decorrência do estado de saúde do vice-presidente José Alencar. Em entrevista na base aérea da capital do Equador, Lula disse que Alencar teve uma recaída.

Agência Estado |

Segundo relato do presidente, ontem, por volta das 21h, ele teria conversado com Alencar, que disse estar bem. No entanto, hoje pela manhã foi informado que o vice-presidente teve que retornar ao hospital ontem à noite, por volta das 23 horas, porque havia urinado sangue.

"Levantei e fui tomar café da manhã e fui informado que o Alencar tinha retornado ao hospital e urinou sangue. Fiquei preocupado. Comuniquei ao Rafael Correa que não ia ficar para a posse", justificou Lula, que participou no país da 3ª Reunião Ordinária do Conselho de Chefes de Estado e de Governo da União das Nações Sul-Americanas (Unasul). O retorno de Lula ao Brasil estava previsto para as 21 horas de hoje. O avião do presidente, porém, decolou de Quito por volta das 12 horas (14 horas horário de Brasília) e deve aterrissar em Brasília por volta das 19 horas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG