Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Lula volta a negar busca pelo terceiro mandato

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a negar hoje qualquer possibilidade de disputar um terceiro mandato à Presidência da República. Depois de ouvir insinuações sobre o assunto do governador do Amazonas, Eduardo Braga (PMDB), Lula disse que deixará o governo em 2010 e elegerá seu sucessor no Palácio do Planalto.

Agência Estado |

"Não tem essa de terceiro mandato. Acaba agora em 2010", afirmou o presidente, durante a visita que fez hoje a Manaus. Em um recado à oposição, Lula disse ser um "cumpridor da democracia" e afirmou que as tentativas de alterar a legislação para viabilizar mais um mandato poderiam dar nascimento a um "ditadorzinho".

Durante o discurso, Lula comentou ainda que tinha medo até mesmo de um segundo mandato no cargo. "Eu achava que se eu apanhasse tanto quanto apanhei no primeiro, iria morrer de pancada", brincou o presidente. Ao discursar logo antes de Lula, Braga insinuou diversas vezes o terceiro mandato, apesar de não ter citado diretamente o assunto. Ele disse, por exemplo, que Lula conseguiu o voto de nove em cada dez amazonenses na última eleição. E acrescentou, voltando-se a Lula: "Se houvesse hoje uma nova eleição, no Estado do Amazonas o senhor teria dez em dez".

Lula aproveitou também para descartar qualquer possibilidade de concorrer ao Senado em 2010, tese levantada por algumas lideranças amazonenses nos últimos meses. De acordo com ele, não tem sentido um presidente da República deixar o cargo antes do fim do mandato para disputar uma cadeira de senador.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG