Lula volta a criticar TCU por paralisação de obras

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a reclamar hoje do Tribunal de Contas da União (TCU), por provocar atrasos em projetos federais ao determinar a paralisação de obras, por indícios de irregularidades. Não é justo mandar parar uma obra, mesmo quando haja algo errado, porque o custo fica muito mais caro ao País e ao povo, disse o presidente, ao vistoriar hoje as obras da Ferrovia Norte-Sul em Anápolis (GO), que teve um trecho paralisado no ano passado por determinação do TCU.

Agência Estado |

Para o presidente, o mais correto seria corrigir os erros sem interromper a obra. Ele lembrou que a Ferrovia Norte-Sul foi um projeto do ex-presidente José Sarney (hoje senador pelo PMDB-AP), que construiu os primeiros trechos, e que os governos seguintes construíram apenas 215 quilômetros de ferrovia. O projeto do atual governo, de 1.350 quilômetros, deve ser concluído em 2010. A Ferrovia Norte-Sul sai do Pará, corta o Norte e o Centro-Oeste e terminará em Estrela do Oeste (SP), onde outro entroncamento levará a produção agrícola das várias regiões para o Porto de Santos, no litoral paulista.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG