Lula viaja reunião do G8 apesar de crise

BRASÍLIA (Reuters) - A crise do Senado parece contornada depois da interferência do Palácio do Planalto, mas terá desdobramentos na próxima semana. O PT, mesmo enquadrado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcou reunião da bancada para terça-feira para definir uma posição fechada, enquanto DEM, PSDB e PDT já pediram o afastamento do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), por conta de várias denúncias que estão vindo à tona desde fevereiro, quando ele assumiu o cargo.

Reuters |

Com a turbulência do aliado Sarney em relativo controle, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva parte novamente para o exterior ainda nesta sexta-feira, depois de chegar da Líbia na quarta-feira à noite. Ele retorna a Brasília apenas na sexta-feira que vem.

Após um fim de semana livre em Paris, Lula participa na próxima quinta-feira da primeira reunião do G8, grupo dos países mais ricos, após o estouro da crise financeira mundial. Antes, haverá encontro do G5 --grupo que reúne Brasil, Índia, China, México e África do Sul, todos em L'Aquila, na Itália.

Na pauta, a situação econômica internacional, as crises regionais, a segurança alimentar, a luta contra a mudança climática e comércio internacional.

Antes, Lula se encontra com o presidente Nicolas Sarkozy e recebe prêmio da Unesco de colaboração para a paz em Paris.

COLUNA DO LULA

Na semana, Lula estréia coluna em jornais em que vai responder perguntas de leitores. Intitulada "O Presidente Responde", será publicada sempre às terças-feiras. As respostas serão dadas a três perguntas por semana.

O objetivo da coluna, segundo a Presidência, é ser mais um instrumento de prestação de contas à sociedade das ações do governo. Lula já tem um programa de rádio, "Café com o Presidente", às segundas-feiras. Os jornais interessados tiveram que se cadastrar para abrigar a coluna.

Ainda no Congresso, o PSDB vai tentar mais uma cartada para destravar a instalação da CPI da Petrobras na terça-feira. A estratégia será requisitar a troca de todos os integrantes da comissão para tentar instalá-la.

Veja, a seguir, os principais acontecimentos da próxima semana.

SEGUNDA-FEIRA

-- Em Paris, Lula dá entrevistas a órgãos da imprensa estrangeira e tem jantar com o primeiro-ministro de Portugal, José Sócrates.

TERÇA-FEIRA

-- Lula concede entrevista sobre a candidatura brasileira para sediar as Olimpíadas de 2016. Em seguida, tem encontro com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e participa de cerimônia na sede da Unesco, em que receberá o Prêmio da Paz Félix Houphouët-Boigny, de colaboração para a paz. No fim da tarde, parte para Roma.

-- No mesmo dia, o presidente estréia coluna em jornais em que vai responder perguntas de leitores.

-- O PSDB deve forçar a troca de todos os integrantes da CPI da Petrobras para tentar instalar a comissão, criada em 15 de maio e ainda não instalada.

-- A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, os ministros Carlos Minc (Meio Ambiente) e Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) participam de audiência na Comissão de Amazônia da Câmara dos Deputados sobre o PAC da Amazônia.

QUARTA-FEIRA

-- Lula se desloca de Roma para a cidade de L'Aquila onde tem encontro com o presidente do México, Felipe Calderón. Em seguida, participa da reunião dos líderes do G5.

QUINTA-FEIRA

-- Lula encontra-se com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel e, em seguida, participa da sessão plenária com os líderes do G5, G8 e Egito. Durante a tarde, participa de dois encontros que reunirão os líderes do G5, G8, Austrália, Dinamarca, Indonésia e Coreia do Sul. Depois, Lula tem reuniões bilaterais com o primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, e com o primeiro-ministro da Suécia, Fredrik Reinfeldt. No final do dia, participa de jantar oferecido pelo presidente da Itália, Giorgio Napolitano.

SEXTA-FEIRA

-- Pela manhã, Lula tem reunião bilateral com o primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd. Depois, participa de sessão plenária sobre segurança alimentar com vários países e organismos internacionais.

(Reportagem de Ana Paula Paiva; Edição de Carmen Munari)

    Leia tudo sobre: agenda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG