Lula vai inaugurar obra questionada pelo TCU no TO

Pela segunda vez em dez dias, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai participar da inauguração de obra suspeita de irregularidade pelo Tribunal de Contas da União (TCU) - ele está nesta terça em Tocantins para entregar um trecho da Ferrovia Norte-Sul. É a quarta vez que o presidente inaugura ou vistoria obras da linha férrea no Estado.

Agência Estado |

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que é pré-candidata do PT à Presidência, acompanhará a visita.

Por ordem do TCU, as obras da ferrovia em Tocantins e Goiás têm retida mensalmente parte do seu pagamento às empreiteiras desde outubro de 2008. Uma auditoria constatou sobrepreço, entre outras irregularidades, como preço excessivo de dormentes e pagamento por serviços não realizados, como frete rodoviário para transporte de brita, que estava sendo feito na própria ferrovia no trecho já pronto.

Na época, a ferrovia quase entrou na lista de obras suspensas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Mas o tribunal optou por bloquear 10% dos recursos pagos a cada medição da obra às construtoras. O valor retido até agora não foi informado pelo governo federal. O trecho ainda em construção em Tocantins (cerca de mil quilômetros) está orçado em R$ 2,8 bilhões. Os 133 quilômetros a serem inaugurados hoje custaram R$ 384 milhões.

    Leia tudo sobre: inauguraçãolula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG