Lula toma nova multa do TSE por campanha antecipada

Uma semana depois de multado em R$ 5 mil pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi de novo punido na noite de quinta-feira. O motivo foi o mesmo: propaganda eleitoral antecipada em favor da ministra Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência.

Agência Estado |

O valor da multa, porém, dobrou: R$ 10 mil. Horas antes, em Osasco, na Grande São Paulo, Lula ironizara a punição anterior.

No início da noite de quinta, a pedido dos partidos de oposição, o plenário do TSE decidiu multar o presidente em R$ 10 mil. Os ministros entenderam que ele fez propaganda dissimulada pró-Dilma durante inauguração do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo, em janeiro.

"Então, eu penso que a cara do Brasil vai mudar muito. E quem vier depois de mim - e eu, por questões legais, não posso dizer quem é; espero que vocês adivinhem, espero -, quem vier depois de mim já vai encontrar um programa pronto, com dinheiro no Orçamento, porque eu estou fazendo o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) 2 porque eu preciso colocar dinheiro no Orçamento para 2011, para que as pessoas comecem a trabalhar", disse Lula, na ocasião.

O TSE ainda precisa julgar mais três representações de teor semelhante contra Lula. Na primeira delas, o presidente é acusado pelo PPS de ter apresentado Dilma como sua candidata em setembro de 2009 em Fortaleza. Na segunda, a oposição afirma que Lula usou expressões como "minha candidata" e "mãe do PAC" durante viagem para visitar as obras de transposição do Rio São Francisco, em outubro de 2009. Na última delas, o alvo é a inauguração de um prédio de universidade no Vale do Jequitinhonha. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: dilmaeleicoeseleiçõeslula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG