Lula teria acertado indicação de Toffoli para o Supremo Tribunal Federal

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria acertado nesta quarta-feira a indicação do advogado-geral da União, José Antonio Toffoli, para ministro do Supremo Tribunal Federal, na vaga deixada por Carlos Alberto Menezes Direito, morto há cerca de duas semanas, vítima de câncer no pâncreas.

Redação com Agência Estado |

Os detalhes teriam sido acertados nesta quarta-feira, na audiência de Toffoli com o presidente, no Centro Cultural Banco do Brasil. Apesar da informação, o presidente Lula afirmou nesta tarde que ainda não tomou a decisão .

Se aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado e pelo plenário da Casa, Tofolli será o nono indicado pelo presidente para o Supremo e o oitavo do total de 11 ministros da Corte.

No STF, a candidatura de Toffoli sempre enfrentou resistências. Primeiro por ter ligação estreita com o PT e com o ex-ministro José Dirceu. Depois por ser considerado por alguns ministros como muito novo e inexperiente para o cargo.

Se confirmada a indicação, Toffoli entrará no tribunal com 41 anos. Dos atuais ministros, será o mais novo a entrar no tribunal: Celso de Mello e Marco Aurélio foram escolhidos quando tinham 43 anos. Mas não será o mais novo a ocupar uma vaga de ministro do STF: em 1901, Alberto Torres foi indicado quando tinha 35 anos, a idade mínima para ocupar o cargo.

Toffoli foi assessor parlamentar da liderança do PT na Câmara até 2000, defendeu Lula nas campanhas presidenciais de 1998, 2002 e 2006 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil de 2003 a 2005, quando Dirceu era ministro, e chegou à AGU em março de 2007.

Leia mais sobre Supremo Tribunal Federal  - Toffoli

    Leia tudo sobre: lulastf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG