estaca que Dilma usa para sua função - Brasil - iG" /

Lula: ser dura é estaca que Dilma usa para sua função

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez comentários hoje a respeito das críticas em relação à postura mais dura da ex-ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff, que deixou o cargo hoje para concorrer à Presidência da República. Na avaliação de Lula, mulher tem de ter uma postura mais serena, até porque ainda há muito preconceito em relação ao gênero.

Agência Estado |

"Ser um pouco dura é estaca que utiliza para exercer sua função", afirmou.

"Nem todo o mundo é obrigado a ficar se arreganhando para todo o mundo, todo o dia. A Dilma é o que ela é", disse o presidente, durante discurso na cerimônia de transmissão de posse de ministros. Lula afirmou que a saída da ministra é um prejuízo para o País, mas que a esperança é a motivação para este afastamento. "Não sei quando a Casa Civil teve tanta competência quanto agora."

O presidente salientou que propositadamente deixou a ministra por último nos agradecimentos individuais porque é parte integrante do sucesso dos demais ministros. "Não existe ninguém insubstituível, mas Dilma foi de uma competência extraordinária, de uma capacidade de articulação e de trabalho extraordinária."

Lula disse duvidar que algum ministro que sai hoje não tenha admiração pela colega, ainda que alguns saíssem da sala de Dilma após reunião e fossem se queixar dela com o presidente. "O Brasil deve a ti muitas coisas", afirmou. Ele enumerou as várias "brigas" que Dilma travou com outros componentes do governo, como José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras; Maria Fernanda Coelho, da Caixa Econômica Federal (CEF); e com os então ministros de Minas e Energia, Edison Lobão, e do Meio Ambiente, Carlos Minc.

O presidente disse ainda que, se pudesse, colocaria Miriam Belchior e Erenice Guerra - esta herda hoje o posto da Casa Civil - juntas para suceder Dilma Rousseff. "Daqui para a frente, quem vai cuidar do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) é a Miriam, e quem achava que a Dilma era dura vai sentar à frente da Miriam e ver como são as coisas", afirmou. Miriam é a secretária de Acompanhamento e Monitoramento da Casa Civil.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG