BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que os parlamentares que querem ampliar o reajuste aos aposentados devem indicar a origem dos recursos para os pagamentos. Obviamente que o Congresso Nacional não é obrigado a acatar o que o governo mandar, mas é importante que cada deputado ao votar diga de onde vamos tirar o dinheiro, disse Lula a jornalistas.

O Executivo enviou medida provisória ao Congresso com reajuste de 6,14 por cento aos aposentados e pensionistas que ganham acima de um salário mínimo. O Congresso discute índices de 7 por cento e até de 7,7 por cento.

"Se tiver dinheiro não tem nenhum deputado ou senador que goste mais de aposentado do que eu, não existe ninguém que defenda mais o trabalhar do que eu", completou o presidente.

(Reportagem de Natuza Nery)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.