Lula quer uso da inteligência contra o narcotráfico

Lula se reuniu com o presidente paraguaio e disse que todos os esforços estão sendo feitos para "combater esses criminosos"

iG São Paulo |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a necessidade de utilização de um trabalho de "inteligência" no combate ao narcotráfico. "Sabemos que o narcotráfico é uma indústria poderosa, com braço na política, na indústria, no parlamento, na Justiça", disse ele.

Segundo o presidente, que se reuniu nesta segunda-feira com o presidente paraguaio Fernando Lugo, todos os esforços estão sendo feitos para "combater esses criminosos". Ele ressaltou que o Brasil tem 16 mil quilômetros de fronteira seca e mais oito mil quilômetros de costa. Na sua avaliação, se fosse fácil combater o narcotráfico, os países ricos e poderosos, já teriam acabado com estes crimes.

Lula afirmou ainda ser necessário "atacar também os consumidores, de forma dura". Segundo ele, o combate à criminalidade "tem sido feito no Brasil como nunca" e acrescentou que R$ 6 bilhões foram disponibilizados para diminuir a indústria do crime organizado.

    Leia tudo sobre: Lulacrimes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG