Lula propôs a EUA conter Hugo Chávez na América Latina, diz jornal

SÃO PAULO - Em meados de seu primeiro mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria proposto aos Estados Unidos usar sua influência na América Latina para conter o presidente venezuelano, Hugo Chávez. Ministro da Casa Civil na época, José Dirceu teria sido o porta voz do governo brasileiro em um encontro com a secretária de Estado norte-americano, Condoleezza Rice, em março de 2005, quando a proposta foi feita. As informações são do jornal ¿Valor Econômico¿.

Redação |

Segundo o jornal, Lula já teria aconselhado Chávez a ser mais moderado. O presidente brasileiro também teria dito, através de Dirceu, não acreditar em um apoio do venezuelano às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O jornal disse ter obtido as informações através de um resumo do que foi discutido no encontro com Condoleezza Rice que teria sido enviado à embaixada americana no Brasil. De acordo com o Valor, pouco após ter vencido a eleição de 2002, Lula também teria conversado com a embaixadora dos EUA no Brasil, Donna Hrinak. No encontro, ele teria dito que não haveria "nenhuma surpresa em seu governo"

Naquele momento, o presidente tentava conquistar os americanos para, assim, convencer investidores internacionais de que conduziria a economia de maneira responsável, segundo avaliação do jornal. Naquela época, congressistas americanos tinham escrito uma carta ao presidente dos EUA, George W. Bush, dizendo que um novo eixo do mal, formado por Chávez, Fidel e Lula, representava ameaça aos EUA.

Leia mais sobre: Lula  - Hugo Chávez  - EUA

    Leia tudo sobre: hugo chavezlula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG