Lula privilegiou prefeituras aliadas no repasse de recursos, diz jornal

SÃO PAULO - O governo Lula privilegiou prefeituras de partidos aliados, especialmente as do PT, ao distribuir recursos para a realização de obras nas principais cidades do país, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

Redação |

A média aponta R$ 80 de dinheiro federal, por habitante, nos últimos anos para os municípios aliados ao Planalto, contra R$ 42 para os comandados pela oposição, diz o jornal.

Os números obtidos pela "Folha" mostram que, das 30 cidades que proporcionalmente mais obtiveram recursos federais, 28 são chefiadas por partidos da base. Quase a metade, 13, é administrada pelo PT.

O jornal analisou milhares de convênios entre o governo e as cem maiores prefeituras do país -mais Palmas, única capital fora do ranking- desde 2005.

À "Folha", a subchefia de Assuntos Federativos da Presidência da República negou motivos partidários na repartição das verbas, dizendo que há critérios individualizados por área, que obedecem a demandas "pelo fortalecimento do desenvolvimento do país".

Segundo o jornal, dos 30 prefeitos mais contemplados, 21 (70%) são pré-candidatos à reeleição. Os convênios analisados pela "Folha" somam R$ 4,7 bilhões. Desse total, 75,4% é destinado a cidades de prefeitos aliados e 24,5% aos da oposição.

Leia mais sobre recursos federais

    Leia tudo sobre: prefeitura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG