O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu hoje que os brasileiros se mobilizam para fazer o Congresso Nacional aprovar as reformas política e tributária. Durante discurso para os 6 mil participantes do 18º Congresso Brasileiro de Contabilidade, em Gramado, no Rio Grande do Sul, o presidente disse que a reforma política é uma coisa da sociedade, dos partidos e do Congresso Nacional.

Sobre a reforma tributária, ele afirmou que é "necessária" para acabar com a guerra fiscal.

"Não é possível que ainda não se entenda que o Brasil precisa fazer uma reforma política para dar legitimidade aos partidos políticos, uma reforma política que acabe com essa história de políticos viverem correndo atrás de empresários e mais empresários para financiar (campanha), quando depois têm de pagar as contas, quando na verdade a melhor forma deveria ser o financiamento público de campanha", afirmou.

O presidente lembrou que a reforma tributária tramita no Congresso e disse que o projeto é das "coisas mais importantes e necessárias" para acabar com a guerra fiscal, garantir tributação mais eficiente e justa. "Vocês sabem que política tributária é coisa que todos desejam, todo o mundo fala em discurso, todo político em campanha promete (...), ela está lá, foi pactuada por todo o mundo", disse.

"Quando chega no Congresso Nacional, todo mundo é favorável, todos concordam. Mas aí ela (a reforma) começa a ter problemas", afirmou ele, para sugerir que os brasileiros conversem com seus senadores e deputados para pedir que trabalhem pela reforma. "Penso que podemos aprová-la até o final do ano se houver um trabalho sério de todos", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.