Lula participa de evento e critica a Justiça Eleitoral

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou hoje (8) pela primeira vez de um ato político de apoio à candidatura de Dilma Rousseff (PT) desde que ela deixou o governo, há nove dias, e criticou a Justiça Eleitoral. Na abertura do encontro do PC do B, Lula afirmou que ninguém pode ficar esperando, a cada eleição, mudanças na lei e garantiu que fará campanha na rua para Dilma.

Agência Estado |

"Não podemos ficar subordinados, a cada eleição, ao juiz que diz o que a gente pode ou não fazer", discursou Lula, que cancelou reunião com a Comissão de Ética da Presidência para ir ao ato de apoio do PC do B à ex-ministra da Casa Civil. "Não podemos permitir que nosso destino fique correndo de tribunal para tribunal."

Dilma usou o tema da educação para atacar o ex-governador de São Paulo, José Serra, pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto e reiterou que é preciso impedir o retorno das "forças do atraso" e do lobo em pele de cordeiro. "Jamais colocaremos a polícia nas ruas contra os professores", garantiu, aplaudida por cerca de 1,5 mil manifestantes, numa referência velada ao confronto da polícia com os professores estaduais, que estão em greve.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG