Lula participa de ato em defesa de Paulinho

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o convidado especial de um ato na noite de hoje em defesa do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, acusado pela Polícia Federal de uso ilegal de recursos do BNDES. Ao participar da festa de 20 anos da Confederação Nacional dos Metalúrgicos, entidade ligada à Força Sindical presidida por Paulinho, Lula pediu apoio da platéia ao parlamentar.

Agência Estado |

    "Está acontecendo com o Paulinho o que já aconteceu com outros", afirmou. "Na hora em que a dificuldade entrar na nossa porta não joguemos a dignidade pela janela."

    A platéia, formada por sindicalistas ligados a Paulinho, aplaudiu o discurso do presidente. O pronunciamento durou 38 minutos. Antes de Lula manifestar apoio ao parlamentar investigado pela Câmara e pela PF, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, saiu em defesa de Paulinho. "Quero dizer ao meu amigo Paulinho que estou com ele em todas as lutas, em todos os momentos que precisar", disse.

    Paulinho, no discurso, evitou fazer referências às denúncias da PF. Ele pediu ao presidente que se esforce para reduzir a jornada de trabalho para 40 horas. Lula apenas respondeu que a redução da jornada depende de um debate nacional e que deveria ser apresentada por meio de um projeto de iniciativa popular.

    Leia mais sobre: Paulinho da Força

      Leia tudo sobre: paulinho da força

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG