Lula manda investigar compra de maletas pela Abin

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que a sindicância aberta no âmbito da Polícia Federal para apurar grampos ilegais investigue também a compra de maletas de interceptação telefônica para uso por agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A informação é de um dos ministros que participou de reunião da última segunda-feira, no Palácio do Planalto, para discutir a denúncia de grampo ilegal que gravou uma conversa entre o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

Agência Estado |

Naquela reunião, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, relatou que o Exército adquiriu maletas por cerca de US$ 20 mil cada, para uso da Abin. O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Armando Félix, argumentou ontem durante depoimento na CPI dos Grampos, na Câmara dos Deputados, que o equipamento não era usado para grampear telefonemas, mas sim para interceptar grampos.

    Leia tudo sobre: grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG