Lula lança programa contra violência em Porto Alegre

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu hoje a cooperação entre as três esferas de governo - federal, estadual e municipal - para implantar ações previstas no programa Território da Paz, lançado hoje no bairro Bom Jesus, na zona leste de Porto Alegre, e que faz parte do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Segundo Lula, o mais importante é a presença do Estado por meio das iniciativas do programa.

Agência Estado |

"Quando o povo perceber que o poder público está em seu bairro, começa a acreditar no Estado", afirmou o presidente, para um público formado principalmente por jovens da comunidade. Lula prometeu voltar ao bairro dentro de um ano acompanhado do ministro da Justiça, Tarso Genro, "para ver se cumprimos tudo o que falamos".

Lula enfatizou que programas como esse só tem êxito se a prefeitura, o governo e a presidência trabalharem em conjunto. Ele começou o discurso fazendo uma ressalva de que todos defendem a liberdade de expressão, em uma alusão a algumas vaias dirigida ao prefeito de Porto Alegre, José Fogaça (PMDB), quando seu nome foi anunciado no evento. "Se estivermos brigados em alguma esfera, os programas terminam não avançando", ressaltou, lembrando que por isso foram assinados, pouco antes da cerimônia, convênios com prefeitos da região metropolitana e com a capital.

O presidente também fez uma brincadeira com o público sobre a final da Copa do Brasil, na quarta-feira, entre Corinthians e Internacional. "Eu tenho um problema com vocês", disse. "Espero que não seja razão de animosidades", completou o presidente, ao se declarar torcedor do Internacional no Rio de Grande do Sul, provocando vaias e aplausos, mas respeitar muito o Grêmio, gerando reação semelhante. "Estamos com um problema para ser resolvido na quarta-feira", completou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG