O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicia hoje, por El Salvador, uma viagem de quatro dias a três países da América Central. Em El Salvador, Lula assiste à posse de Maurício Funes, seu velho conhecido, e marido de sua amiga e antiga militante do PT Vanda Pignato.

Para ajudar na montagem do novo governo, que chegou ao poder depois de quase duas décadas de comando de uma aliança de partidos de direita, o presidente mandou a San Salvador, no início do mês, o seu chefe de gabinete, Gilberto Carvalho.

Lula, que no ano passado esteve duas vezes no país, quer aprofundar e diversificar o relacionamento com os salvadorenhos, além de intensificar a cooperação nas áreas de energia, segurança alimentar e combate à aids. Funes será mais um governante de esquerda que chega ao poder na região e contará com o apoio de Lula.

Durante a visita, o presidente deverá se reunir com o colega da Colômbia, Álvaro Uribe, que está em campanha pelo direito ao terceiro mandato.

Na terça-feira, Lula segue para a Guatemala. O presidente Álvaro Colom quer levar para o seu país alguns dos programas sociais brasileiros, particularmente o Bolsa-Família. O Brasil oferecerá cooperação energética na área de biocombustíveis.

A última escala de Lula será na Costa Rica, na quarta-feira. Ele poderá assinar protocolos de intenção de cooperação nas áreas de energia e saúde e vai propor que empresas brasileiras atuem em obras de infraestrutura na Costa Rica. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.