Lula indica Gurgel para procuradoria-geral da República

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou esta noite mensagem ao Senado Federal indicando o vice-procurador-geral, Roberto Monteiro Gurgel, para a procuradoria-geral da República. A informação foi divulgada pelo advogado-geral da União, José Antônio Toffoli.

Redação com Agência Estado |

"O presidente fez questão de dizer que todos os três nomes indicados a ele pelos procuradores são habilitados e competentes para exercerem a função e ele então optou pelo primeiro da lista", disse.

Toffoli, que esteve reunido com Lula, disse que a demora na escolha de Gurgel ocorreu por questões de agenda e pela necessidade de discussões. A lista tríplice para indicação de procurador-geral da República era formada, além de Gurgel, pelo coordenador da área criminal do MPF, Wagner Gonçalves, e pela subprocuradora federal dos Direitos do Cidadão, Ella Wiecko. Gurgel foi o mais votado pela categoria em eleições internas.

Roberto Monteiro Gurgel Santos foi o mais votado na eleição realizada pela Associação Nacional dos Procuradores da República, que apresentou uma lista tríplice ao presidente da República.

Com um mandato de dois anos de duração, o procurador-geral da República tem nas mãos, entre outras tarefas, a de promover ações penais para denunciar autoridades como deputados federais, senadores e ministros, além do presidente da República e do vice-presidente.

A Constituição prevê que o procurador-geral sempre deve ser ouvido nas ações de inconstitucionalidade e nos processo de competência do Supremo Tribunal Federal. ( *Com informações da Agência Brasil )

Leia mais sobre: Procuradoria-Geral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG